×

Arquivo

Um sabor diferente, mas igualmente importante.

Este ano, a Páscoa tem um sabor diferente mas é igualmente importante!
Vivem-se tempos excecionais, mas a coragem e a confiança de que juntos, iremos ultrapassar este enorme desafio!

Diariamente, a seu lado, queremos garantir o melhor suporte e assegurar que os serviços se mantém a funcionar com os elevados padrões de performance.

Votos de uma Páscoa feliz!

Tendências de Marketing para 2020

Estamos no primeiro trimestre de 2020 e apesar de as estratégias de marketing já estarem fechadas, pelo menos deviam!, ainda há tempo para falar um pouco sobre as tendências que vão estar este ano em destaque!

Mais importante que falar sobre as tendências de Marketing para 2020 é falar de que forma estas vão interceder no seu negócio e na experiência do seu cliente. A tecnologia e o comportamento do consumir estão constantemente em evolução, por isso é tão importante estas pequenas alterações nas estratégias de ano para ano.

Para ajudar-vos, analisámos várias análises feitas por especialistas e selecionámos aquelas que consideramos serem as 6 maiores e mais importantes tendências a adoptar em 2020 na sua empresa, melhorando o seu marketing e a sua estratégia.

Principais tendências do marketing digital em 2020

Muita coisa vai acontecer em 2020, algumas delas já estavam até a ser uma referência em 2019, mas só agora é que ganharam dimensão suficiente para ser falado como tendência. Analisámos aquelas que consideramos as mais importantes tendências do marketing digital em 2020 para vocês.

No último ano já se falou de ferramentas de chat, como o Messenger, WhatsApp ou Telegram, também já se referiu a importância do vídeo para o marketing da sua empresa. Até o marketing de Influência, vulgo influenciadores digitais, foram um assunto a debater durante grande parte do ano, porém em 2020 estas 6 tendências vão tornar-se essenciais para todos os negócios que queiram vingar, perante a sua concorrência.

Pesquisa por Voz

Não é novidade nenhuma o uso de voz para controlar smartphones ou outros gadgets em casa, seja através da Siri ou Alexa, principalmente. Apesar de existirem outras opções, estas são as mais populares neste momento.

A pesquisa por voz já é uma realidade para grande parte das pessoas que usam estas ferramentas, fazendo uso delas para determinar algumas tarefas simples como enviar mensagens, ligar e desligar a luz, entre outras opções. Mas é uma tendência que já surgia nos relatórios do Google Das em 2016, uma vez que existem muitos utilizadores a fazerem as suas pesquisas no google através da voz.

Assim, no que diz respeito às empresas, estas devem estar preparadas para incorporar algo muito importante na sua estratégia, o chamado VSEO, ou seja, Voice Search Engine Optimization! Por isso, as empresas devem ter o cuidado de na construção da sua estratégia de marketing de conteúdo adaptarem o uso das palavras chave relacionadas com o seu produto ou serviço, dando assim ferramentas ao próprio Google para trabalhar as pesquisas por voz.

São tantos os assistentes virtuais já existentes que a tendência é que a pesquisa por voz se torne algo tão natural que irá diminuir a pesquisa por escrito ao mínimo.

Personalização ou Marketing One-to-One

Entregar ao seu cliente exactamente aquilo que ele procura, sem necessidade de lhe fazer um questionário enorme, é um dos maiores desejos de qualquer empresa! Para isso servem todos os softwares de análise de comportamento do consumidor que entregam aos clientes o que eles procuram com base no seu comportamento e de pessoas semelhantes a eles.


É o que a Netflix, Amazon e até o próprio Youtube e outras redes sociais já fazem. Assim, em 2020, os negócios que conseguirem entregar aos clientes mensagens, produtos, serviços e conteúdos individualizados, no momento ideal, vão cativar a atenção do cliente e prender o seu interesse no primeiro segundo.

Esta tendência está ligada com o facto do cliente procurar cada vez mais a experiência do que o produto/serviço em si. Se a sua empresa direcionar ofertas aos clientes que estão já interessados no que tem para oferecer, a probabilidade dele o adquirir é muito maior, para além de melhorar a sua experiência.

Ferramentas de Chat

Os clientes estão cada vez mais exigentes e no que diz respeito ao suporte ao cliente, essa exigência ganha uma escala muito maior, por isso a interação em tempo real é algo que estes procuram cada vez mais. Uma das tendências de marketing para 2020 é estar presente para o seu cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana.

As ferramentas de chat para os websites, que permitem aos clientes tirarem dúvidas no imediato, fazendo com que eles se sintam parte do processo, acompanhados e a verem as suas dúvidas e necessidades com respostas imediatas.

Além disso, aplicações como WhatsApp e mais recentemente o Telegram, ganharam uma importância muito grande para as contas empresariais, com um aumento significativo de funcionalidades oferecidas pelas mesmas, para melhorar o uso dos consumidores.

As empresas podem usar essas aplicações para um acompanhamento dos clientes, para tirar dúvidas, acompanhamento de pedidos, envios de cupões de desconto especiais, ofertas únicas, entre outras opções. Não quer isto dizer que o e-mail marketing tenha morrido, no entanto tendo em consideração os custos destas aplicações (que são praticamente nulos), pode ser uma excelente alternativa para as empresas.

Marketing de Influência

O Marketing de Influência não é propriamente uma tendência de marketing de 2020, mas os influenciares estão a ganhar cada vez mais peso perante a comunidade, havendo um aumento de procura pelas marcas por estas figuras que se tornaram parceiros de negócio.

Se durante muito tempo as marcas procuravam os influenciares de grande dimensão pela escala possível, a tendência de 2020 é a procura de um marketing de influência muito mais dimensionado, isto é, mais específico e para isso os micro e até macro influenciadores são essenciais.

Quando se fala em micro influenciadores, estamos a falar de criadores de conteúdo com menos de 10K de seguidores nas redes sociais e os macro influenciadores são ainda mais pequenos, com menos de 5K de seguidores. A grande diferença está na relação que estes criadores de conteúdo têm com o seu público, ou seja, conseguem chegar a menos pessoas, no entanto a sua taxa de interacção é muito maior e por norma consegue resultados muito mais visíveis para as marcas, para não falar também que geralmente os custos são muito mais baixos.

Conteúdo em vídeo

A principal função do marketing é chegar ao máximo número de pessoas, interessadas no seu negócio e no seu produto ou serviço. Não quer isto dizer que se vá atingir todo o tipo de pessoas, a todo o momento, em todos os canais possíveis, mas sim ter uma taxa de sucesso muito maior.

Nos dias que correm as pessoas procuram cada vez mais experiências, emoções e fogem aos conteúdos mecânicos e “robotizados”. O uso dos vídeos é uma das maiores e mais importantes tendências do marketing digital para 2020, pois é uma das ferramentas mais fortes na ligação com o cliente.

O vídeo vai humanizar a sua empresa, vai mostrar quem está por trás do seu produto ou serviço e não há nada mais importante para o cliente do que ter noção do que vai comprar. Não é necessário contratar um produtor de vídeo para criar os seus conteúdos, pois o lado humano está acima disso e os clientes até se sentem muito mais perto quando o resultado não é 100% profissional.

O seu cliente vai sentir-se muito mais ligado com a sua empresa, se sentir que do lado de lá do computador existem outras pessoas a tratar dos seus produtos e serviços adquiridos.

Autoridade de Marca ou Branding

Deixámos esta tendência de marketing para 2020 para último por uma razão muito específica. Não é que ela não seja importante, porque é, mas porque não é propriamente uma tendência de 2020, deveria ser sim uma tendência para todos os anos devido a importância dela!

O seu negócio vai ter sempre concorrência, seja de forma directa ou indirecta, mas terá sempre que competir com outras que entregam o mesmo ao cliente, por isso é essencial para o sucesso de um negócio ter uma ou várias vantagens competitivas para se destacarem. No entanto, essas vantagens são cada vez mais difíceis de alcançar. Porque superar a concorrência nunca foi fácil e não será agora, numa era de conhecimento e globalização, que se vai tornar mais fácil, muito pelo contrário.

Então a melhor forma que as empresas têm de se destacar perante a concorrência é com a sua Marca, o seu Branding, ou seja, terá que criar uma estratégia tão boa que vai ficar no “Top of Mind” do seu cliente durante muito tempo! Sempre que o seu cliente pensar que precisa de determinado produto ou serviço (que a sua empresa tem), vai ter que se lembrar de si e escolher, pela qualidade do serviço!

Isso acontece com marcas como Coca-Cola, que mesmo os cliente sabendo que é um produto que não é bom para a saúde, quando se pensa em refrigerante, é a primeira coisa que vem à cabeça! A Starbucks, a Gillete, a Ferrari, entre outras, são marcas que têm a sua autoridade de marca e branding muito bem trabalhado!

A sua empresa tem que seguir os mesmos exemplos e ter uma estratégia que vá colocar a sua marca na cabeça dos consumidores constantemente, isso consegue-se com presença bem delineada no mundo digital e não só, surgindo nos momentos certos!

Como escolher um domínio para o seu negócio

A Internet e os websites não são o futuro, são o presente! Um negócio que ainda não tenha website, significa que está bastante atrasado relativamente à sua concorrência! O Marketing Digital é praticamente obrigatório para o seu negócio e uma das etapas é o desenvolvimento e construção de um website próprio. Esse website precisa de ter um “nome” e por isso vamos ajudar a escolher um domínio para o seu negócio.

Numa primeira fase, dedica-se algum tempo até encontrar o domínio certo para o seu negócio, algo que pode parecer quase imediato, mas nem sempre é assim. A maioria dos negócios têm um domínio para o seu website com o nome da sua marca, contudo existem alguns casos que poderá não ser a melhor solução.

O que é um domínio?

Antes de mais é preciso entender exactamente o que é um domínio. Um domínio é composto pelo nome propriamente dito e pela sua extensão. Essa extensão deverá ser escolhida de forma a adequar-se ao seu público-alvo, existindo várias opções para poder escolher a mais adequada.

Em termos práticos, o domínio é a morada do seu website. O website tem que estar alojado em algum lugar e geralmente os servidores são acedidos através de uma combinação de números, denominados de “IPs”. Para facilitar o acesso aos websites, os domínios servem como caminho para os utilizadores chegarem até ele com mais facilidade.

Assim, poderá optar pelo nome do seu negócio, da sua marca, da sua empresa ou então optar por algo mais interessante e criativo. A escolha é totalmente sua, sendo que a única limitação que tem é o facto de essa “morada” já estar reservada para outra pessoa e não poderá adquirir.

Entender as extensões

Tal como mencionado antes, associado a cada domínio está sempre uma extensão, que geralmente está associada a uma área de negócio, a um país ou mesmo a um tipo de projeto online.

As extensões que estão associadas a determinados países são óptimas para os projectos que comercializam os seus produtos e serviços nesses países. Por exemplo “.pt”, de Portugal, “.es” de Espanha, “.co.uk” do Reino Unido, “.com.br” do Brasil, entre muitos outros. Estas extensões são as mais comuns para os negócios, no entanto ainda existem as extensões genéricas, como “.com” ou “.net” que não estão ligadas a nenhum país e por isso são indicadas para quem tem negócios internacionais.

Se está a escolher um domínio para o seu negócio, tem que ter em atenção a extensão escolhida, pois não vai apenas influenciar a sua imagem perante os utilizadores, vai também interferir na forma como os motores de busca analisam o seu website.

Dicas para escolher o domínio certo para o seu negócio

No momento de escolher o domínio mais indicado para o seu negócio, existe uma serie de detalhes que deve ter em atenção. Não se esqueça que esta escolha vai marcar durante muito tempo a presença online da sua marca, pois não é recomendado que haja alterações de domínio pois perderá a sua identidade digital.

Apresentamos assim algumas dicas para escolher e comprar um domínio

  1. Simplicidade – sempre que for possível, escolha o domínio que contenha o nome da sua marca, destacando o seu branding e tornando-se mais fácil de memorizar. Além disso, a simplicidade na escolha de um domínio está também relacionada com a dimensão das palavras e junção das mesmas.
  2. Fácil compreensão – deverá evitar o uso de números, hífens ou até duas letras iguais de seguida (exemplo: autooriente.pt ou almaamadora.pt) pois no momento da escrita no browser, o utilizador terá muito mais dificuldade e poderá desistir de visitar o seu website mais rapidamente.
  3. Relacione com o seu negócio – este não é um fator extremamente importante, principalmente se o domínio com o nome do seu negócio estiver livre. Contudo, se precisar de adicionar outras palavras para além do branding, deverá usar palavras-chave relacionadas com o seu setor, para contribuir para um melhor posicionamento nos motores de busca e ajudar o utilizador a criar associações mentais rápidas. 
  4. A extensão mais adequada – como foi referido em cima, existem mais de 900 extensões neste momento, por isso é importante escolher aquela que mais se adequar ao seu negócio. Além disso, deverá também registar o seu domínio nas extensões mais comuns para o seu setor, a fim de evitar que a concorrência o faça.
  5. Não se precipite – a maioria das pessoas que escolhe um domínio para o seu negócio ou projeto online, espera conseguir encontrar o domínio certo em algumas horas. O problema é que estão a definir a sua identidade digital definitiva (ou quase), por isso é preciso pesquisar para ver se existem outros domínios semelhantes, marcas registadas parecidas ou simplesmente se é o nome certo para o seu website, porque a alteração depois será muito mais trabalhosa.

Além destas dicas para escolher um domínio para o seu negócio, temos ainda outras complementares, que devem ter em atenção neste momento tão importante do vosso projeto.

Registem o domínio por vários anos – quando vão comprar o domínio existe a possibilidade de comprar por um ano, dois ou mais. Se têm a certeza do que vão registar, façam-no por 5 anos, pelo menos! Além de ficar mais barato, em alguns casos, também evitam problemas de esquecimento que podem causar constrangimentos mais tarde.

Escolham uma empresa de registos nacional – provavelmente vão dizer-lhe que se comprar o domínio numa empresa internacional vai conseguir preços mais baixos. Contudo, quando necessitar de ajuda ou apoio, a comunicação poderá ser mais difícil. Além de todo o apoio ser na língua local, ainda está a ajudar uma empresa nacional. Na UNIO tem várias formas de contactar, através do Live Chat, Helpdesk ou via telefone.

Se conseguir um desconto promocional, cuidado! – a maioria das empresas de registos, principalmente as internacionais, fazem blackfridays, cybermondays, etc., com descontos enormes para novos registos. Porém, estes valores servem apenas para o primeiro ano de registo, posteriormente as renovações são de valores extremamente altos e podem até ter contratos de permanência que não reparou no momento do registo.

Em jeito de conclusão, escolher um domínio para o seu negócio poderá ser um processo chato e complexo. Mas é algo que vai dar-lhe uma identidade digital que condicionará todo o seu marketing digital. Não se precipite, não escolha o primeiro que encontrar sem pesquisar, poderá ter uma surpresa depois e construir toda a sua presença online em volta de um nome que lhe trará problemas no futuro.

Escolha um nome, conheça o seu público-alvo, a sua persona, o seu segmento de mercado, comece a construir o seu marketing de conteúdo e o seu funil de vendas e vai ver que escolher o domínio para o seu negócio foi a coisa mais acertada que já fez!